Buscar

Rock n´Roll no Cápsulas Literárias


Hey ho, lets go! Hey ho, lets go!

Em clima de rock, o cápsulas literárias de hoje adiantará a comemoração e irá abordar o Rock na literatura!

A música e a literatura andam frequentemente lado a lado, uma vez que são duas formas de arte popularmente consumidas. Dessa forma, as duas áreas facilmente se misturam, como por exemplo, o Tropicalismo, movimento cultural brasileiro que surgiu no final da década de 60, a partir da influência de correntes artísticas da vanguarda nacional e estrangeira, como o rock 'n' roll e o concretismo, (estilo literário que já foi tema aqui do cápsulas), misturando características tradicionais da cultura brasileira à novas tendências.

Com suas raízes no rock, o movimento tropicalista criou vida no Festival de Música Popular Brasileira, após o encontro de diversos artistas e cantores. Assim, consagrado na música, as letras das canções são um símbolo de resistência, pois nessa época o Brasil enfrentava a ditadura militar. Simultaneamente, na literatura isso também se manifestava através de escritos de Ignácio Loyola Brandão e Ferreira Gullar.

Não foi só nesse momento que essas duas artes se encontraram e se misturaram na criação de um novo estilo ou produto. Em outros contextos, há diversos livros onde o estilo musical do rock se torna também um protagonista, como "Heavier Than Heaven: Mais Pesado que o Céu" (2001), de Charles R. Cross, uma biografia em que conhecemos a história de Kurt Cobain, ou "Norwegian Wood" (1987), de Haruki Murakami, em que o personagem, a partir de uma música dos Beatles (a qual é título do livro), relembra toda sua história e juventude.

Aqui na InVerso nós temos os livros "Rocking All My Dreams", obra autobiográfica de Paulo Baron Rojo e "Querendo ser Elvis", romance de Frank Engelbert. E você? Já leu algum livro dessa temática?

0 visualização

©2020 by Editora Inverso